DOIS MÉTODOS PARA CONCENTRAÇÃO DE SÊMEN EQUINO: CENTRIFUGAÇÃO OU FILTRAGEM?


Autores: [A]Rodrigo Santos da Silva (rodrigo.ss1945@hotmail.com); [1]Cecília I. I. F.U. Machado (cecilia_machado@msn.com); [2]Daniele Míssio (daniele.missio@yahoo.com.br); [3]Henrique Kurtz Löf (lof.reproducao@gmail.com); [O]Fábio Gallas Leivas (fabioleivas@yahoo.com.br); [C]Daniela dos Santos Brum (danisbrum@yahoo.com.br)


Resumo:

A equideocultura é um mercado em ascendência no Brasil, gerando emprego e renda para aproximadamente 642,5 mil pessoas, além de 2,6 milhões de postos de trabalho indiretos e movimentando valores superiores a US$ 2 bilhões anuais, consequentemente com animais atingindo altos valores comerciais. A economia do cavalo crioulo girou em 2011 a cifra de 1,280 bilhões, mostrando a importância da raça na equideocultura nacional. A utilização de novas técnicas de manejo e melhoramento genético que permitem a intensificação da criação contribuem significativamente para este cenário. Neste sentido nos últimos anos foram desenvolvidas algumas tecnologias no sentido de diluição e concentração de sêmen. Procedimentos como a centrifugação e filtragem são comumente empregados para concentração espermática antes da criopreservação sendo a centrifugação a técnica de eleição pela maioria das equipes de trabalho. O presente trabalho tem por objetivo comparar dois métodos de concentração espermática: centrifugação e filtragem e verificar sua influência nos parâmetros espermáticos. Serão utilizados dois reprodutores da raça Crioula coletados com vagina artificial modelo Hannover. Uma amostra de sêmen será avaliada imediatamente após cada coleta sob microscópio óptico em aumento de 200 e 400x, analisando-se a motilidade total, motilidade progressiva e vigor espermático. Uma amostra será analisada para cálculo da concentração espermática em câmara de Neubauer. O conteúdo de cada coleta será dividido em duas partes de volume semelhante, sendo então 50% concentrados por método de centrifugação com velocidade de 600 x G por 10 minutos, e outros 50% concentrados por meio de filtragem (Sperm Filter/Butopharma). Na sequência o sêmen será processado e criopreservado em palhetas de 0,5 ml. O sêmen será reavaliado após concentração e após descongelamento para comparação dos parâmetros espermáticos (motilidade progressiva, vigor, concentração espermática, funcionalidade de membrana e integridade de membrana). Devido à importância da concentração espermática no processo de congelamento de sêmen os métodos utilizados para tal devem ser comparados. E com base nos resultados obtidos espera-se definir o melhor procedimento para concentração espermática antes da criopreservação.


Palavras-chave: Sêmen equino, concentração, criopreservação.


Vinculo Institucional: [A]acadêmico; [1]Acadêmica do curso de Medicina Veterinária.; [2]Acadêmica do curso de Medicina Veterinária.; [3]Vínculo não informado; [O]Professor de graduação do curso de Medicina Veterinária.; [C]Professora de graduação do curso de Medicina Veterinária.